›› Serviços de Consultoria ›› Logística
 
 
 Qualidade
   Logística
 Supply Chain  Management
 • Comércio Exterior
 • Private Equity
  Planejamento Estratégico
  Capital Humano





















Visão Geral Nível de serviço  
Nossos serviços  Metodologia de trabalho

  VISÃO GERAL


Logística e Operações
nunca desempenharam um papel tão importante nas organizações como nos dias atuais. Mudanças nas expectativas dos clientes ou na localização geográfica continuamente transformam a natureza dos mercados, que, por sua vez, geram restrições que alteram o fluxo de mercadorias dentro das empresas. Mudanças tecnológicas e mercados emergentes abrem novas formas de organizar, adaptar e otimizar o fluxo de matérias-primas, produtos semi-acabados, produtos acabados, peças de reposição e materiais reciclados.

Tradicionalmente, logística e operações desenvolveram-se dentro de áreas geográficas, e eram controladas por uma área funcional, como marketing ou produção. A gestão do fluxo físico era definida por esta área geográfica restrita, e com foco no atendimento das necessidades da função que a controlava.

Hoje, novas pressões estão mudando as definições e estruturas utilizadas pelas empresas. Essas pressões incluem a duplicação de estoques, a incompatibilidade das infra-estruturas logísticas e a limitada capacidade de reação individual às mudanças gerais na cadeia de suprimentos. As novas definições são significativamente diferentes daquelas que determinavam as antigas atividades relacionadas ao fluxo físico. Ferramentas conceituais e gerenciais agora aplicadas à gestão da distribuição física fornecem importantes soluções. Essas ferramentas refletem uma nova visão de logística e operações globais.


  NOSSOS SERVIÇOS


Agir preventivamente, detectando os problemas certos, é uma das características do nosso corpo de consultores que através de metodologias altamente eficazes conseguem realizar o mapeamento adequado das necessidades de cada cliente, resultando em altíssimos graus de satisfação.

Acompanhe alguns de nossos serviços:

• Planejamento Estratégico Logístico

• Análise de Terceirização em Logística

• Diagnóstico e Auditoria em Logística

• Análises de Performance e Produtividade

• Sistemas de Armazenagem e Movimentação

• Gerenciamento de Transportes

• Remuneração Variável por Produtividade

• Diagnóstico em Tecnologia da Informação

• Implantação de Sistemas (ERP e WMS)

• Desenho e Dimensionamento de Centros de Distribuição (LAY-OUTS)

• Decisões de localização de instalações

• Automatização de Centros de Distribuição

• Otimização de Compras / Suprimentos

• Otimização do Sistema Logístico


 NÍVEL DE SERVIÇO


Em princípio, é possível alcançar qualquer nível de serviço logístico se a empresa estiver disposta a alocar os recursos necessários. No ambiente operacional atual, o fator restritivo é econômico e não tecnológico. Por exemplo, é possível manter um estoque dedicado geograficamente próximo a um cliente importante. É possível disponibilizar uma frota de caminhões em estado de permanente prontidão para pronta entrega a clientes. Para facilitar o recebimento de pedidos, é possível manter comunicações exclusivas em tempo real entre a empresa cliente e a operação logística do fornecedor.

Com essa prontidão logística, um produto ou componente pode ser entregue até em questão de minutos após a colocação do pedido por parte do cliente. A disponibilidade de estoque pode ser ainda mais rápida se o fornecedor concordar em consignar estoque no endereço do cliente. A consignação elimina a necessidade de desempenho logístico em resposta às necessidades do cliente. Esse compromisso extremo com o serviço talvez seja o "state of art", mas é onoroso e, geralmente não é necessário para dar apoio à maioria das operações de produção e marketing.

Em última análise, o serviço logístico representa um equilíbrio entre prioridade de serviço e custo. Um material que não esteja disponível no momento necessário para a produção pode forçar uma paralisação da fábrica, causando transtornos significativos em termos de custos e possível perda de clientes.

O impacto sobre os lucros com esse tipo de falha pode ser substancial. Por outro lado, o impacto sobre os lucros, causado por um atraso inesperado de dois dias na entrega de produtos para reabastecer um armazém pode ser mínimo ou mesmo insignificante ao considerarmos o desempenho operacional geral. Na maioria das situações, o impacto de uma falha logística sobre o custo-benefício está diretamente relacionada com a importância da execução do serviço para o cliente envolvido. Quanto mais significativo for o impacto da falha do serviço sobre o cliente, maior será a prioridade dada ao desempenho logístico.

O serviço logístico básico é medido em termos de :
Disponibilidade
Desempenho operacional
Confiabilidade de serviço


Disponibilidade:


Desempenho operacional:

Confiabilidade de serviço:

Não é tarefa fácil obter qualidade na logística; a qualidade é produto de um planejamento minucioso sustentado por treinamento, de uma avaliação abrangente e de um aperfeiçoamento contínuo. Para aprimorar o desempenho logístico, é necessário estabelecer metas de maniera seletiva. Alguns produtos são mais críticos do que outros devido a sua importância para o cliente e a sua contribuição relativa para o lucro.



  METODOLOGIA DE TRABALHO


Cada projeto prevê uma análise, avaliação, e definição das necessidades específicas de cada organização cliente. Os projetos são executados com equipe altamente qualificada, baseada em times ou grupos de trabalho, coordenados e orientados pelo diretor ou responsável pelo projeto.

Devido à característica multidisciplinar da Qualilog, podem ser agregados aos projetos profissionais e serviços de diferentes áreas, sempre de acordo com as necessidades das organizações do cliente.

FASE I - Definição do Projeto e Planejamento
Análise da situação existente
Coleta de informações
Estimativa do custo-benefício
FASE II - Coleta e análise de dados
Definição técnica
Revisão de premissas
Validação dos dados
Complemento e validação da análise
Análise de alternativas
FASE III - Recomendações e Implementação

Identificação da melhor alternativa
Avaliação de custos e benefícios
Avaliação de riscos
Elaboração de uma apresentação
Definição do plano de implementação
Definição do cronograma de implementação


Maiores informações



 
 
© Copyright 2001-2003 QualiLog